Meu diário de bordo

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

à força


sem meias palavras
sem rodeios
braços me agarram
não luto
sinto muitos joules
apertando meu corpo

sua boca me cala
uma língua abusada
me invade
e experimenta meu sabor

perco a razão
debato-me

inalo seu cheiro selvagem

finalmente
me deixo ser tragada

Um comentário:

Nydia Bonetti disse...

à força? sei... :)) beijo, amiga.