Meu diário de bordo

terça-feira, 16 de março de 2010

Pré - Conceito


Eu sei desse fogo que ateia louca,
Rouca, qual loba no seu apogeu.
Ateu é o louco que te acha pouca;
Douta da fúria que nunca perdeu.

Não te compreendem a utopia,
Covardia, marca a desaprovação.
Coração é para poucos um guia;
Magia que é, não tem liquidação.

Veste a pele que te faz frente,
Independente da pecha de peste;
Teste de quem te compra carente.

Enquanto desfila poesias pinceladas,
Cinzeladas com nostalgia, um canto
De encanto; se perde nas madrugadas.

4 comentários:

Verônica Aroucha disse...

E, nas madrugadas eu leio sentimentos. Que bonito!

RUBENS GUILHERME PESENTI disse...

menina, além de tudo ainda faz um soneto desses.

beijos mais que merecidos.

Anônimo disse...

Mais um corpo elegante e bonito, muito mal enroupado.
Essa métrica e esse ritmo precisam ser aperfeiçoados.
Um soneto, não são apenas 14 versos distribuídos por duas quadras e dois tercetos. Vamos dar uma olhadinha num manual de metrificação.
Não se deixe iludir por quem só sabe dizer bem.
Vale mais ser criticada pela sabedoria que aplaudida pela ignorância, apenas para puxar saco.
Zitófago

Angélica T. Almstadter disse...

Olá Anônimo

Agradeço a crítica, realmente eu prefiro que me apontem defeitos ao invés de aplausos falsos ou abraços sem conhecimento de causa.
Tenho problemas com a métrica, rs e honestamente falando eu escrevo "parecendo" um soneto pq gosto, mas reconheço a imperfeição dos mesmos.
Por outro sei que tenho talento para a escrita, ainda que notadamente tenha erros gritantes, talvez me falte tempo ou vontade de aprender mais, ou quiçá eu não consiga mesmo aprender pq sou extremamente imediatista e quando quero escrever eu me jogo para não perder a inspiração. É um defeito, mas acho que estou velha demais para me modificar, ou tentar me disciplinar, afinal não vou mesmo ser convidada a publicar um livro, muito menos vivo do que escrevo.
Quando se trata de problemas de gramática eu corrijo, mas problemas técnicos eu teria que revisar tudinho e não tenho muita paciência.
Se encontrar erros de gramática, ou digitação ficaria feliz que me apontasse para eu corrigir.
Vc é escritor (a), poeta, crítico(a) ou professor (a) ? Pq o anonimato?
Obrigada pela leitura e sincero comentário, vou tentar melhorar, mas sei que ainda vou tropeçar na técnica.

Abraço
Angélica/ kika