Meu diário de bordo

sábado, 30 de maio de 2009

num piscar de olhos

o encanto me permite esse momento
entre você, eu e o talvez
e assim perpetuar a magia
de nunca ter ponteiros
só a luz diáfana de olhares
e a eternidade das mudas palavras

3 comentários:

Cristiano Melo disse...

Ai Angélica,
Você é um trator das letras.
neste poemeto fiquei com a sensação da mudez. Mudez frente as reticencias que existem numa interação humana, um dia é assim, no outro é assado...etc.
Como tudo que escreve, adorei.
beijos saudosos

Nydia Bonetti disse...

Que lindo Angélica. Lindo...
beijos

Cristiano Melo disse...

Angélica,
ofereço o selo violeta que é premio e representa, segundo os seus criadores,"as sensações que a cor violeta
traz para a nossa mente". Ele é dado àqueles blogues que têm algumas das sensações da cor
violeta, a saber: magia, encantamento, graciosidade, magnetismo e tudo aquilo que parece
mágico. Espero que aprecie e dê continuidade, fazendo o mesmo com os blogs que vc considera assim
abraços.
Mais informações em
http://compulsaodiaria.blogspot.com/2009/06/premio-violeta-cor-da-cor-candido-seu.html
abraços
PS: para visualizar basta ir em meu blog